Reforma da Previdência 2019

Um dos assuntos mais comentados ultimamente é a Reforma da Previdência 2019. Isso porque, é algo que vai atingir diretamente todas as pessoas, em especial aquelas que ainda não se aposentadora. E a razão disso é simples: o momento da aposentadoria acontece quando estamos idosos, uma idade em que muito é gasto com remédios. Desse modo, há uma necessidade de se ter uma renda maior para passar por essa fase de forma saudável e com qualidade de vida. Portanto, aqui vamos esclarecer os principais tópicos Reforma da Previdência 2019. Vamos lá?

Reforma da Previdência 2019
Reforma da Previdência 2019

O que Muda?

Embora exista muito a que se discutir, alguns podemos parecem certos sobre a Reforma da Previdência 2019. Segundo a proposta do presidente Bolsonaro, a ideia é fazer um sistema muito parecido com o do Chile, que é chamado de capitalização.

Mudanças da Reforma da Previdência
Mudanças da Reforma da Previdência

Nesse sistema, cada pessoa e trabalhador realiza a sua contribuição diretamente para uma conta individual. E a administrações desses fundos ficam sobre a responsabilidade dos fundos privados.

Isso porque eles devem fazer investimentos do dinheiro no mercado financeiro, buscando assim que haja uma maior rentabilidade do mesmo. Entretanto, de acordo com a proposta apresentada, esse sistema vai valer apenas para as pessoas que ainda não ingressaram no mercado de trabalho.

Para aqueles que contribuem e ainda não se aposentaram, o sistema anterior continuará valendo.


Novas Regras da Aposentadoria

Abaixo explicamos de maneira detalhada as novas regras da aposentadoria, veja:

  • Idade mínima – Hoje a idade mínima da aposentadoria leva em conta diversos fatores, como o tempo de contribuição, os anos trabalhados e idade da pessoa. Com a mudança o homem precisa ter 65 e a mulher 60, onde cada um deve ter no mínimo 15 anos de contribuição;
  • Valor da aposentadoria – O valor da aposentadoria poderá ser igual ao salário mínimo. Porém, antes esse valor era bem maior, em grande parte das vezes;
  • Benefícios sociais – Benefícios de segurança doença, por exemplo, poderão sofrer redução. Já que a intenção do Governo é cortar custos afim de equilibrar a dívida pública, que hoje está bem alta.

 

Todas essas mudanças impactam diretamente o trabalhador, já que ele sofrerá as consequência de cada uma dessas novas regras da Reforma da Previdência 2019.

O que se pode ressaltar é que todas elas acabam apresentando efeitos negativos, por isso não está sendo bem aceita pela população.


Regra de Transição da Reforma da Previdência 2019

A regra de transição da Reforma da Previdência 2019 engloba 3 escolhas que o trabalhador precisa fazer.

  • A idade e soma do tempo de contribuição é uma das regras;
  • Tempo de contribuição é uma das regras. Mas desde que tenham a idade mínima de 56 anos para mulheres e 61 anos para homens;
  • Soma de pontos é uma das regras, onde será possível se aposentar quando a soma da contribuição chegar a 96/86 (homens/mulheres).

LOAS após a Reforma da Previdência 2019

Não haverá mudança no LOAS após a Reforma da Previdência 2019. Ou seja, caso seja aprovada, os mesmos requisitos que já estão em prática serão mantidos para fazer o requerimento o LOAS.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *