Benefício Negado Pelo INSS: Como Entrar com Recurso

A maior parte dos casos negados e com processos em andamento com o INSS são os casos de aposentadoria por invalidez e por auxilio doença. Resultando em 60% de benefício negado pelo INSS.

Isso acontece porque nos casos de incapacidade o cidadão deve realizar a perícia através de um médico do INSS, este medico profissional é quem vai determinar se a pessoa tem direito ou não por incapacidade de realmente receber o benefício do salário de aposentado. 

Como as patologias são diversas e por vezes bastante minuciosas, esses médicos nem sempre estão capacitados a especialidades e acabam por muitas vezes não ter o conhecimento necessário para avaliar alguma situação do paciente.

Benefício Negado Pelo INSS
Benefício Negado Pelo INSS

Tanto em casos de incapacidade, auxilio doença, como em outros por idade ou tempo de trabalho que mesmo assim são negados, entenda mais abaixo como prosseguir com o pedido de liberação.

✔ Atente-se ao Calendário de Pagamento do INSS.

Quando pedir recurso de benefício negado pelo INSS?

Uma das alternativas para entrar com o recurso do pedido de liberação de salário de aposentadoria é pelo Recurso Administrativo no próprio INSS. Nesse caso o segurado deverá fazer o pedido em até 30 dias depois de ter recebido a notificação de negativação do benefício.

Normalmente a entrada do pedido do recurso de beneficio negado pelo INSS é feita com um recurso administrativo no próprio INSS. Após receber a comunicação de que foi negado o seu processo, terá até 30 dias para entrar com o pedido de liberação.

Veja abaixo como entrar com o Recurso Administrativo pelo INSS e com a Ação Judicial:

Como entrar com Recurso contra o INSS

Recurso administrativo

O Recurso Administrativo é feito através do próprio INSS, com o prazo de 30 dias após você receber a notificação da causa negada. Esta opção evita custos judiciais. Nesse caso é necessário apresentar com detalhes os motivos que justifiquem o porque o INSS deve aceitar seu pedido de aposentadoria (independente da modalidade).

Porém para os casos de auxílio-doença ainda há uma outra opção, que é o pedido de reconsideração. Aqui o cidadão irá passar por uma nova avaliação médica, tendo a possibilidade de ser avaliado por outro profissional.

Os atendimentos e protocolos de entrada de recursos são todos feitos com o pré agendamento através:

Ainda sobre os acasos de auxilio doença, os requerentes podem anexar ao pedido o laudo de um médico especialista, bem como um documento do seu supervisor de trabalho da época, entre outras comprovações.

Muitos casos negados, quando feito o requerimento por Recurso Administrativo do INSS, acabam infelizmente sendo negados novamente. Por isso existe outra forma bastante eficaz, embora gere custos judiciais, que é através da Ação Judicial, veja abaixo.

Recurso administrativo INSS
Recurso administrativo INSS

Ação judicial

Os pedidos por Ação Judicial em sua maioria têm maior êxito na aprovação do recurso. Um pelo fato de que a avaliação médica é feito com toda certeza por um especialista (no caso particular de cada um).

Outra vantagem por Ação Judicial é que quando o juiz da a sentença favorável, você receberá todo o valor retroativo, ou seja, todo o acúmulo de valores que não recebeu durante o tempo que o processo ficou travado, contanto obviamente desde a data que deu entrada no pedido ao INSS.

Vale ressaltar o pedido por Ação Judicial tem grandes chances de solucionar o que pelo INSS demora muito tempo, apesar dos gastos judiciais que terá com o advogado (isso será combinado entre o acordo direto seu e do advogado), vale a pena pelo valor retrocesso a receber.

Como acompanhar o resultado do Recurso do INSS?

Tanto os protocolos de entrada como acompanhamento dos casos  são feitos todos feitos através do telefone pelo número 135 ou pelo portal da previdência https://www.gov.br/inss/pt-br.

Para o atendimento no acompanhamento é necessário informar:

  • O protocolo do processo ou número do CPF;
  • Ou ainda o número de benefício.

Se o seu caso está sendo feito por Ação Judicial, o seu advogado pode acompanhar e lhe inteirar de toda atualização por parte do INSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *